Ecogastronomia Cultural - Cada Dia Uma Cultura no Cardápio

Ecogastronomia Cultural - Cada Dia Uma Cultura no Cardápio

Como separar os resíduos em casa?

separacao-lixo-curitiba-compostagem-reciclavel-como-fazer-02

Assim como realizamos no Quintana, pequenas práticas sustentáveis inseridas em seu dia-a-dia podem ajudar na preservação dos recursos naturais e garantir o que temos hoje para as próximas gerações. Uma delas é uma boa separação de resíduos, que garante que os recicláveis realmente atinjam seu objetivo, destinam os orgânicos para a compostagem a fim de realizarem seu ciclo completo, e diminuem o volume de lixo. Saiba como separar seus resíduos em casa com os passos abaixo!

Resíduos recicláveis

  • Comece por conhecer como funciona o processo em sua cidade. Em Curitiba, existem cerca de 40 estações de reciclagem espalhadas pela cidade, além da UVR – Unidade de Valorização dos Recicláveis.
  • Utilize um saco de coloração adequada, de preferência azul.
  • Deixe todos os elementos sempre limpos antes de jogá-los. Se houver um pouco de água, não tem problema – ela evapora. Mas, caso tenha resíduos e outros líquidos, esse elemento irá comprometer e contaminar tudo o que está junto a ele, fazendo com que todo o saco tenha que ser descartado no aterro sanitário, local que estamos tentando evitar.

Resíduos orgânicos

  • Esse resíduo é o que será compostado – ele pode voltar a terra e ao seu estado natural. Aqui, colocamos elementos como guardanapos, papéis em geral, borra de café, cascas de alimentos, restos de alimentos, etc. A exceção seria apenas as carnes e os elementos cítricos – como cascas de limão e laranja – em caso de volume muito grande dos mesmos.
  • Esse resíduo pode ser compostado em sua casa! Veja logo abaixo como fazer.

Lixo

  • Em menor quantidade, o lixo é apenas para itens que não podem ser lavados, pois causariam um impacto muito grande, e elementos como esponjas, resíduos do banheiro, etc. Deve ser o menor de todos, a fim de diminuir o impacto nos aterros sanitários.

Compostagem – como fazer

  • O processo de compostagem leva os elementos ali colocados a retornarem à terra e ao seu estado natural. Transformamos, assim, resíduos orgânicos em adubo!
  • Utilize 3 caixas plásticas escuras, empilhadas umas nas outras. A primeira deve ter tampa; e as demais precisam ter pequenos furos na sua base para que a umidade possa passar entre elas. Você precisará também de folhagem, pequenos galhos e folhas secas, e minhocas (você pode comprá-las para começar; depois, elas se reproduzem e não é preciso repor).
  • Comece pela caixa de cima. Forre-a com as folhagens e galhos secos, e comece a colocar o resíduo orgânico em cima. Em seguida, coloque a terra com as minhocas. Nesta camada, adicione borras de café (elas ajudam no processo); e por último, a serragem novamente. Vá repetindo o processo até encher a caixa. Quando estiver cheia, inverta as caixas e continue o mesmo processo na vazia.
  • Em cerca de três semanas, a caixa que você começou primeiro estará com húmus, que poderá retornar à terra como adubo em hortas, no seu quintal ou em vasos.
  • Na última caixa, estará o chorume, resultado da decomposição da matéria orgânica. Diferentemente dos lixões, ele não é tóxico, e pode ser diluído com 1 parte dele e 10 partes de água e borrifado para regar plantas.

Parceiros

  – Óleo não se mistura – realizam a coleta de óleo de cozinha usado em Curitiba para produção de biocombustível pelas associações de catadoras/es da cidade.

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Instagram