Literatura: Madame Bovary

Madame Bovary, escrito por  Gustave Flaubert (1821-1880), é considerado o ápice da narrativa longa do século XIX – o chamado século de ouro do romance. Emma é sonhadora, uma camponesa, pequeno-bur­guesa que aprendeu a ver a vida através dos livros que lia. Para os padrões provincianos, a dama era bonita e requintada de mais, oque chamou a atenção de Charles Bovary, seu futuro marido, um médico interiorano tão entediante quanto apaixonado por Emma. Até mesmo com nascimento da filha o casamento no qual a protagonista sente-se presa não tem alegria e novidades. Como Dom Quixote, que leu romances de cavalaria demais e começou a guerrear com moinhos, ela tenta dar vida e paixão à sua existência como nos livros que lia, escolha que levará a uma sucessão de erros e a uma descida ao inferno. Nunca um romancista talhou com tanto esmero a mente e as aflições de sua personagem.

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
Facebook
Instagram